Editor: Luiz Aparecido da Silva
 
 
Anúncios
Expediente
Email / Contato

02-05-2018
Equipe Ebrahim Motors abandona prova do Brasileiro de Endurance
 Divulgação 
Wagner e Fábio Ebrahim já passam a pensar na próxima etapa, marcada para Interlagos
 

Os curitibanos Wagner Ebrahim e Fábio Ebrahim (Valorem/Motul) não tiveram sorte na primeira etapa do Brasileiro de Endurance 2018, realizada sábado no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), situado em Pinhais (PR). Os problemas com o Audi R8 LMS da Equipe Ebrahim Motors começaram durante o Treino Classificatório, com um sensor eletrônico do câmbio, tendo que largar da última fila do grid. O Sensor foi trocado para a corrida, mas voltou a dar problemas e a dupla abandonou a corrida na 23ª volta, quando ocupava a sétima colocação, depois de ter largado da 29ª posição.
Dos quatro treinos livres da sexta-feira, a Equipe Ebrahim Motors participou apenas de dois, com os pilotos Wagner Ebrahim e Fábio Ebrahim. No primeiro treino livre, buscando o melhor acerto do Audi R8 LMS para a corrida, marcaram o tempo de 1m24s634, ficando em 15º lugar na Geral. E no terceiro treino livre Wagner e Fábio Ebrahim (Valorem/Motul) fizeram 1m19s452, concluindo na sexta posição. No warm-up cravaram 1m20s201, dando 10 voltas e encerrando em sétimo lugar. E no Treino Classificatório, começaram os problemas com o sensor eletrônico do câmbio e os Irmãos Ebrahim largaram da última fila do grid.
Dada a largada para a primeira etapa do Brasileiro de Endurance 2018, o piloto Wagner Ebrahim (Valorem/Motul) largou bem e passou a acelerar forte o Audi R8 LMS, ganhando várias posições a cada volta concluída. Assumiu a sétima posição na 18ª volta e já diminuía a diferença para o sexto colocado, quando passou a ter problemas com o sensor de câmbio novamente, que não respondia corretamente aos comandos do piloto, com os toques nas borboletas atrás do volante. A Equipe Ebrahim Motors abandonou a corrida na 23ª volta.
“Para mim a melhor parte do Brasileiro de Endurance foi a união, amizade, torcida e a força de vontade de todos que ajudaram a colocar o carro na pista. Obrigado pelo empenho de todos (Marcão, Lucas, Rodrigo, Du, Anderson e Xandão). Agradecimento especial para o Fábio Ebrahim que se dedicou ao máximo para participarmos da etapa, ao Alfredo Ebrahim pelo comando da Equipe e a Motul pelo apoio”, declarou Wagner Ebrahim. “Foi um começo difícil pelos problemas apresentados, mas foi para quase metade do grid. É começo de temporada e temos que recuperar o tempo perdido, desenvolvendo melhor nosso carro, que tem muito potencial. Mas para as próximas etapas, vamos em busca de novos parceiros, para disputar as outras etapas em condições de brigar por vitórias”, concluiu Fábio Ebrahim (Valorem/Motul).

CLASSIFICAÇÃO FINAL NA GT3 – 1º) Daniel Serra/Chico Longo (Lamborghini Huracan), 140 voltas em 3h40m15s058; 2º) Ricardo Maurício/Marcel Visconde (Porsche GT3), 139 voltas; 3º) Xandy Negrão/Xandinho Negrão (Mercedes AMG), 138 voltas; 4º) Peter Ferter/Ricardo Mendes (Ferrari GT3), 119 voltas; e 5º) Wagner Ebrahim/Fábio Ebrahim (Audi R8 LMS), 23 voltas.
A segunda etapa do Brasileiro de Endurance está marcada para os dias 29 e 30 de junho, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo-SP.

>> voltar